O credenciamento para o evento começou por volta das 8 h, mas o secretário municipal de Transportes e Trânsito, Atílio José Pereira, disse em um pronunciamento para os poucos presentes no evento, que os palestrantes da parte da manhã foram dispensados e os da parte da tarde, farão suas palestras na cidade de São Paulo.

O evento iria ocorrer nesta quinta e sexta-feira no Adamastor, com palestras até às 18h15, e nesta quinta-feira, a previsão era de que o prefeito Sebastião Almeida comparecesse, porém, acabou não ocorrendo, já que os professores se reuniram em frente ao Adamastor, bloqueando assim a entrada e avenida Monteiro Lobato.

Ao todo, entre 800 e 1000 professores estavam na frente do teatro, com faixas e gritos contra o prefeito Sebastião Almeida, em uma greve que já chega ao seu quarto dia.

Reportagem: Ulisses Carvalho

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here