Crise na iluminação pública já dava sinais em 2014

A crise na iluminação pública no município já dava sinais em 2014. Foi isso que revelou o novo portal da Secretaria de Energia e Mineração do estado que agora disponibiliza dados específicos dos municípios paulistas.

Segundo o site, naquele ano o consumo do município foi de 48.695 Megawatt hora (MWh), apresentando significativa queda em relação a 2013 quando a cidade consumiu 50.779 MWh. O levantamento revelou ainda que o consumo médio anual em 2014 era de 60.868 kWh, o equivalente a 5.072 kWh/Mês.

A queda no consumo está diretamente ligada a grande quantidade de lâmpadas queimadas existentes na cidade. De acordo com o secretário de Obras, Marco Antonio Toledo, com o fim do contrato com EDP Bandeirante, a empresa deixou 12 mil das 57 mil lâmpadas da cidade apagadas. Mensalmente cerca de 1.600 lâmpadas se apagam no município.

O novo portal possibilita o acesso ao consumo anual de energia elétrica e gás natural divididos nas categorias residencial, industrial, comercial e rural. Em Guarulhos, a ferramenta revelou que o consumo residencial em 2014 foi de 884.825 MWh, o comercial de 822.279 MWh, o industrial de 1.534.576 MWh e o poder público de 76.261 MWh. Ela também apresenta o volume utilizado no município de gasolina, etanol, diesel, querosene, GLP, coque e asfalto.

O site do órgão apresenta informações detalhadas dos principais energéticos produzidos e consumidos no Estado de São Paulo como energia elétrica, petróleo e seus derivados, gás natural, mineração, biomassa e energias renováveis.

Reportagem: Rosana Ibanez

Foto: Ivanildo Porto