Moradores do Parque Primavera reclamam de roubos

Roubo a carro de gás, morador rendido na porta de casa, moto roubada, essas são as histórias dos moradores do Parque Primavera. A maior parte dos assaltos, ocorre na parte final da rua da Galáxia, onde não tem asfalto, sendo assim, os bandidos esperam escurecer e escolhem as vítimas que trafegam pela rua naquele momento.

Há dois meses a frequência nos roubos aumentou, e toda noite, segundo moradores, aparecem homens em moto, ou em dupla a pé, principalmente no final da rua, na altura do número 600, assim quando escurece, as pessoas acabam se tornando reféns dentro de sua própria casa, já que muitos evitam sair.

Aos moradores, ficam apenas os comentários, de pessoas estranhas que passam pelo bairro. A partir das 19h30, é considerado um dos horários para ação dos bandidos, que também aproveitam regiões próximas como Mikail e São Domingos.

Reportagem: Ulisses Carvalho