Relatório do TCE aponta baixo índice de coleta seletiva na cidade de Guarulhos

Após fiscalização realizada na cidade, o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) apontou um baixo índice de coletiva seletiva em Guarulhos. Segundo o levantamento, a prefeitura realiza a coleta de até 25% do total do lixo recolhido no município. Todos os dias são geradas mais de 1.000 toneladas de resíduos.
O diagnóstico apontou que a coleta é realizada em alguns dias da semana, com uma programação específica por bairro, sendo parte feita pela prefeitura e parte pela empresa Coop-Reciclável. A cooperativa faz parte do programa “Coleta Seletiva Porta a Porta” que contempla, atualmente, nove bairros da cidade atendendo aproximadamente 15.705 famílias.

A situação de Guarulhos não é muito diferente da observada nos outros municípios do estado. Segundo o balanço, a fiscalização apontou que não há qualquer tipo de coleta seletiva em 36,20% das cidades avaliadas. Nas demais, a coleta seletiva atende uma parte do serviço de recolhimento do lixo. Apenas 3,11% das prefeituras conseguem selecionar entre 75% e 100% do material.

A fiscalização observou 43 itens relacionados à Lei 12.305 de 2010, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos e demais regras do setor. Os dados gerais apontam que somente 51,54% dos municípios avaliados já implantaram um plano de gestão integrada dos resíduos sólidos e que 19,63% nem sequer iniciaram sua elaboração. No total foram fiscalizados 163 municípios em setembro.

Reportagem: Rosana Ibanez