Procon orienta consumidores a pesquisar antes de comprar

A Coordenadoria de Proteção e Defesa do Consumidor- Procon Guarulhos realizou, na primeira semana de janeiro, uma pesquisa de preço de material escolar em alguns estabelecimentos da cidade e constatou diferença de valores de vários itens.

Um apontador de lápis, por exemplo, foi encontrado a R$ 1 num determinado estabelecimento e a R$ 4,90 em outro, uma diferença de 490%. Outro item, uma caixa de lápis de cor (12 cores) custava R$ 4,40 num local e R$ 18 em outro, numa variação de 409,09%.

Diante disso, o Procon orienta os consumidores que, antes de ir às compras, é bom constatar quais os itens da lista que realmente são necessários comprar, pois, pode ter em casa e os mesmos estarem em condições adequadas para o reaproveitamento, bem como, efetuar troca de materiais didáticos com ex-alunos ou até mesmo aproveitar para doá-los.

É importante ressaltar que muitas vezes os materiais similares aos de marcas já conhecidas ou mais sofisticadas oferecem os mesmos resultados garantindo melhor custo benefício.

O Procon ainda recomenda aos consumidores que ao fazerem a pesquisa de preço, fiquem alertas na lista de material escolar pois, as escolas não podem incluir materiais de uso coletivo, como material de escritório, limpeza ou de higiene.

A coordenadoria também informa que de acordo com o Código de Proteção e Defesa do Consumidor, todos os produtos a serem adquiridos devem assegurar suas características e identificação de forma clara, precisa e na língua portuguesa. Outra dica é se possível, fazer os pagamentos à vista para obter descontos. Procure fazer as compras em grupo; e ainda, evite aquisição de materiais com logotipos ou personagens, considerando que o custo é mais elevado.