Mães marcam reunião com secretário de saúde para conseguir insumos que estão em falta para os filhos

Reportagem: Ulisses Carvalho
[email protected]

Com o objetivo de conseguir os insumos que necessitam para os filhos, muitas mães marcaram uma reunião com o secretário de saúde para esta quarta-feira (15). A falta dos medicamentos já ocorre há três meses, todos eles são de diabete, como insulina, cintas de medição de glicose e agulha. Segundo algumas mães, o clima é desespero, pois muitas necessitam urgente destes materiais para os filhos, inclusive há mães que possuem três filhos com diabetes.

“A gente sempre liga e a desculpa é sempre que o problema é da gestão anterior, sabe, meu filho depende da insulina para sobreviver”, foi o desabafo de mãe Letícia de Souza, ao revelar os problemas enfrentados para conseguir o que é um direito, o medicamento para o filho. “Sem os insumos da prefeitura, são entre R$ 800 e 900 reais saindo do meu bolso”, desabafou Letícia.

Já Priscila Lindemberg,disse que quando esteve em contato com a prefeitura, eles não sabiam se pagavam os hospitais ou os insumos. “Eles estavam em dúvida com essa relação, aí decidiram pagar os hospitais e prometeram para nós mães que em março tudo seria reabastecido, mas até o momento nada disse ocorreu, e continuo gastando R$ 1100 todo mês em medicação para meu filho”, revelou Priscila.

A reportagem do HOJE entrou em contato com a Secretaria de Saúde, que em nota confirmou a situação.

“A reunião está na agenda do secretário. O motivo pela falta de alguns insumos é devido ao atraso no pagamento dos fornecedores pela gestão anterior, desde julho de 2016, situação que a atual gestão está negociando, por meio da repactuação dos contratos”.