O governador Geraldo Alckmin assinou nesta terça-feira (14) parcerias que amplia o número de convênios do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito – programa do Governo do Estado de São Paulo. O objetivo é reduzir pela metade o número de óbitos no trânsito até 2020. Este foi o segundo grupo de cidades que assinaram parceria em 2017. Guarulhos foi uma das 17 cidades beneficiadas com o programa.

“Nós já tínhamos assinados com oito municípios, hoje mais 17, que somados da 25 e faltam mais 27. Esses 52 municípios representam 63% dos acidentes em todo o Estado de São Paulo. Então esse é o nosso foco. Hoje assinamos o protocolo e vamos elaborar os convênios, porque cada município tem sua singularidade”, disse Alckmin.

O objetivo desses convênios é fornecer auxílio na estruturação da gestão da segurança viária em cada um dos municípios selecionados. Com o aporte financeiro ao projeto traz apoio para a realização de ações e assim reduzir mortes no trânsito. “Essas parcerias são como uma lupa. Vamos identificar qual a necessidade de cada município, se é uma passarela, uma ciclovia, um semáforo”, finalizou o governador.

Com o início da parceria, serão realizadas visitas de diagnóstico em cada ponto especificado. Também serão construídos planos de ação com medidas preventivas e de melhorias com relação à infraestrutura, fiscalização e conscientização. Além disso, nos 17 municípios, é proposta a criação de um Comitê de Segurança de Trânsito. Este grupo terá representantes dos mais variados órgãos e setores com atuações relacionadas ao transito.

A meta do Governo do Estado de São Paulo é fechar 2017 com 52 novos municípios conveniados. Somados aos 15 já existentes de 2016, irão cobrir 71% do Estado em termos populacionais. O investimento é provenientes de multas do Detran.SP e será um total de R$ 100 milhões.

Além de Guarulhos, assinaram parceria com o governo do estado os seguintes municípios: Carapicuíba, Osasco, Barueri, Cotia, Embu das Artes, Itapecerica da Serra, Itapevi, Itapetininga, Itapeva, São Jose dos Campos, Limeira, Diadema, Itu, Ribeirão Pires, Salto e Birigui. Em fevereiro, numa primeira fase, os municípios de Botucatu, Guaratinguetá, Itaquaquecetuba, Jundiaí, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Pindamonhangaba e Taubaté.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here