Com problemas na prestação de serviço de saneamento básico, o vereador Eduardo Barreto (PCdoB) cobrou, nesta quinta-feira (08), um posicionamento do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) em relação aos moradores do Jardim Lenize. O parlamentar cobrou a suspensão da taxa de esgoto até que o problema seja sanado pela autarquia.

“Em reunião em 2016, conseguimos a suspensão da cobrança da taxa de esgoto desses moradores, até que o SAAE resolvesse o problema da rede. A taxa voltou a ser cobrada, porém, sem nenhuma solução do problema. Os moradores em nenhum momento querem deixar de pagar seus tributos, querem apenas a cobrança justa de um serviço prestado com qualidade”, explicou Barreto.

Após a audiência pública da autarquia realizada na última semana, o superintendente Francisco Carone afirmou que a cidade de Guarulhos precisa de R$ 2,4 bilhões para solucionar os problemas de saneamento básico. Atualmente, o município trata menos de 3% de esgoto, porém, segundo ele, o prefeito Guti (PSB) espera ampliar este índice para 8% até abril de 2018.

De acordo com o vereador, em decorrência desta deficiência os moradores daquele bairro estão convivendo com diversos problemas, classificados por eles como grave, entre eles o constante o entupimento das vias de escoação do esgoto. No entanto, o parlamentar revelou que o SAAE pretende avaliar o caso e se posicionar sobre o assunto nos próximos 30 dias.

“O SAAE fará um levantamento completo da área e daqui a 30 dias decidirá novamente pela suspensão ou não da taxa até a solução do problema, até por que este grave problema apresentado na rede de esgoto de parte do bairro, que causa entupimento nas residências”, concluiu.

Antônio Boaventura
[email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here