Moradores da Vila Carmela afirmam que a violência aumentou no bairro após a retirada da base policial

Os moradores do bairro Vila Carmela, afirmam que os casos de violência aumentaram no bairro após a retirada da base da Polícia Militar há dois anos. A Secretaria de Segurança Pública (SSP), afirmou em nota para o HOJE, que somente nesses primeiros quatro meses, já foram 207 pessoas presas na região, além dos roubos, que tiveram queda de 12,75 % no bairro em comparação ao ano passado.

Sobre a questão da retirada da base da polícia, a SSP afirmou que o procedimento foi executado com base em fornecer maior mobilidade no policiamento nas ruas. “O policiamento na região é feito pela 2° Companhia do 31° BPM/M, que mantém equipes de Radiopatrulhamento, Polícia Comunitária e Rocam no bairro. A retirada da base foi analisada pelo comando local, à época, como uma maneira de dar mais mobilidade ao policiamento nas ruas, aumentando o efetivo disponível para rondas”, afirmou a SSP.