Share
Indústrias de Guarulhos fecham junho com queda de 950 postos de trabalho

Indústrias de Guarulhos fecham junho com queda de 950 postos de trabalho

O nível de emprego industrial em Guarulhos apresentou resultado negativo no mês de junho. A variação ficou em -1,04%, o que significou uma queda de aproximadamente 950 postos de trabalho. Os dados são da Pesquisa de Nível de Emprego do Estado de São Paulo, feita pelo Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos da Fiesp e do Ciesp (Depecon) divulgada nesta sexta-feira (14).

No ano, segundo a pesquisa, o acumulado foi de -1,85%, representando uma queda de aproximadamente 1.650 postos de trabalho. Nos últimos 12 meses, o acumulado é de -6,16%, representado queda de 5.850 postos de trabalho.
De acordo com o Ciesp, o nível de emprego em junho foi influenciado pelas variações negativas da máquinas e equipamentos (-5,63%); veículos automotores e autopeças (-2,38%); produtos de metal, exceto máquina e equipamentos (-1,08%) e produtos têxteis (-2,68%), que foram os setores que mais influenciaram o cálculo do indicador da região.
Em todo o estado a queda no período foi de 9,5 mil trabalhadores, o que significa uma redução de 0,44% na comparação com o mês anterior. Na série com ajuste, o recuo chegou a 0,18%. Já no primeiro semestre, o resultado foi positivo em 10 mil novas vagas de trabalho, o melhor resultado desde 2013. Na comparação nos primeiros semestres dos últimos três anos, as demissões somaram mil, 62,5 mil e 57,5 mil, respectivamente.

Entre os 22 setores acompanhados pela pesquisa para o mês de junho, apenas o de couro e calçados ficou positivo no estado, com geração de 233 vagas. Seguindo, 17 ficaram negativos e quatro permaneceram estáveis. Do lado negativo, o destaque ficou por conta de produtos alimentícios, fechamento de 2,3 mil vagas; impressão e reprodução de gravações (-1.332); bebidas (-1.302) e móveis (-1.118).

Deixe seu Comentário