Guti aponta déficit de quase 50 mil pontos de luz e quer PPP para sanar este problema

O prefeito Guti (PSB) revelou que a cidade possui um déficit de aproximadamente 50 mil pontos de luz em todo município. Para sanar esta deficiência, a Prefeitura de Guarulhos pretende contar com o auxílio da iniciativa privada, por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP), que segundo o pessebista está em estudo. Atualmente a cidade possui 55 mil postes de energia elétrica.

“Estamos elaborando uma PPP, que já está em estudo, para que consiga modernizar o nosso parque de iluminação pública. Temos 55 mil postes de luz na cidade. O ideal é de 90 a 100 mil. Alguns lugares estão apagados não por que está sem a manutenção, mas sim por que não tem o poste ou ligação”, observou.

Além da expansão dos pontos de iluminação, o prefeito também pretende modernizar o parque de iluminação da cidade. Apesar da crise financeira, o chefe do Executivo ressalta que a utilização da Contribuição de Iluminação Pública (Cosip), taxa aprovada pela Câmara Municipal e sancionada pelo ex-prefeito Sebastião Almeida no final de 2014, está sendo importante para a ocasião. Vereador na época, Guti votou contra a criação do tributo.

“Fui contra a taxa de iluminação pública e não tenho como negar. Também naquele momento, a questão financeira pesou porque iria onerar ainda mais o morador. Não descarto a possibilidade de não precisar mais, porém, não vou dar prazo. Neste momento precisamos dela por dois motivos: para que a gente possa sanar o problema dos 8 mil pontos e precisamos modernizar o parque de iluminação”, explicou.

Com sede na cidade de Guaratinguetá (SP), a Terwan Soluções em Eletricidade Indústria e Comércio, que venceu o certame para prestação de serviço de iluminação pública na cidade, começaram seus trabalhos apenas no início deste mês. O valor contratado é de R$ 2,2 milhões. Ela terá a incumbência, segundo contrato, de fazer a manutenção de 2 mil lâmpadas por mês.

Reportagem: Antônio Boaventura
[email protected]

Foto: Ivanildo Porto