GCM já encerrou 35 pancadões e 21 estabelecimentos foram fechados

A Guarda Civil Municipal (GCM), já encerrou 35 pancadões neste ano, segundo informações da Secretaria para Assuntos de segurança Pública, que também informou sobre 30 operações com o objetivo de impedir bailes funk, com participação da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Polícia Militar. Nestas ações, já foram apreendidos 50 veículos e 21 estabelecimentos foram fechados.

A pasta não informou em qual bairro houve o maior número de casos, mas a Operação Pancadão tem o objetivo de combater o uso de drogas e a perturbação do sossego. Entre os bairros onde foram realizadas as operações, estão Jardim Lenize, Jardim Cumbica, Jardim Tupinambá, Jardim das Oliveiras, Ponte Alta, Jardim Ottawa, Praça Orobó (Presidente Dutra), Marcos Freire, Jardim Dinamarca, Jardim Ipanema, Parque Jurema e Vila São Rafael.

Entre uma das ações conjuntas entre GCM e Polícia Militar, houve a inibição do baile funk na região do Jardim Marilena. Conhecido como Marilove, o pancadão foi impedido à primeira vez no mês de maio, quando foram autuados 10 veículos, 14 motos e uma “carretinha de som” apreendida.
Em outras oportunidades, no mês de junho e também em julho, mais dois bailes foram cancelados no Jardim Marilena, onde contavam com o apoio em páginas da rede social com quase 1000 pessoas. Após o último cancelamento, integrantes da página “Marilove é o Fluxo”, no Facebook, já marcaram um novo evento para ocorrer no mês de dezembro.

A reportagem do HOJE foi procurada por diversos moradores da região, que preferiram não se identificar, porém, relatam medo, o trânsito que fica complicado nos dias do “baile”, além de já presenciarem desfiles de armamento e até a overdose de jovens.

Reportagem: Ulisses Carvalho
[email protected]