Com bandeira tarifária amarela, conta de luz terá custo menor em setembro

SÃO PAULO,SP,31.07.2017:AUMENTO-CONTA-LUZ-AGOSTO - Torre de distribuição de energia no bairro do Campo Belo, na Zona Sul de São Paulo (SP), nesta segunda-feira (31). A conta de luz vai ficar mais cara em agosto. Com o aumento do custo para geração de energia, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou que, para o mês, a bandeira tarifária será a vermelha, no patamar 1. Neste estágio, a conta custará R$ 3 a mais, a partir desta terça-feira (1), para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. (Foto: Renato S. Cerqueira/Futura Press/Folhapress)

A bandeira tarifária na conta de energia será amarela no mês de setembro, anunciou nesta sexta-feira (25) a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). Como em agosto a bandeira era a vermelha, o custo da conta deverá ser menor neste mês em relação ao anterior.
Na bandeira amarela, há um acréscimo de R$ 2 a cada 100 kWh. Na vermelha, há um aumento de R$ 3 a cada 100 kWh (Patamar 1).

Relatório do PMO (Programa Mensal de Operação) do ONS (Operador Nacional do Sistema) informou que o valor da usina térmica mais cara em operação é de R$ 411,92/MWh, o que determinou a redução da bandeira vermelha para a amarela.
“O fator que determinou a bandeira amarela foi a melhora das condições hidrológicas nas regiões Sul e Sudeste”, afirmou a Aneel.

(Folhapress)

Crédito: Futura Press/Folhapress