Quase 6 mil famílias perdem direito ao Bolsa Família devido a falta de atualização do cadastro pela prefeitura

Quase seis mil famílias perderam o direito aos repasses do programa Bolsa Família devido a falta de atualização do cadastro pela prefeitura. Segundo dados do governo federal, em dezembro de 2016 havia 46.773 famílias beneficiárias do programa em Guarulhos. O número caiu para 40.993 em julho deste ano, o que equivale a 8,38% da população total da cidade.

Somente neste ano, das 28.607 famílias convocadas, 25.584 ainda não atualizaram o cadastro e podem ter o benefício cancelado caso não cumpram o prazo para a atualização. Estas famílias representam 62,41% do total de beneficiários do programa no município.

Os dados foram apresentados ontem pela vereadora Genilda Bernardes (PT), que na gestão passada era secretária de Desenvolvimento e Assistência Social da prefeitura. “Não existe mais aquela equipe para atualizar os cadastros. O Bolsa Família foi desmontado e até agora não montaram de novo. Tem recursos, tem equipe, tem todo o processo e a secretaria não está fazendo a lição de casa”, disse.
Segundo o governo federal, a cobertura do programa na cidade é de 65,42% em relação à estimativa de famílias pobres no município. O número é calculado com base nos dados mais atuais do Censo Demográfico, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Dessa forma, Guarulhos está abaixo da meta de atendimento do programa.

O governo federal orientou a cidade, inclusive, a realizar “ações de Busca Ativa para localizar famílias que estão no perfil do programa e ainda não foram cadastradas. A gestão também deve atentar para a manutenção da atualização cadastral dos beneficiários, para evitar que as famílias que ainda precisam do benefício tenham o pagamento interrompido”.

Segundo a vereadora o problema não é a falta de recursos para realizar o cadastramento. Isso porque neste ano Guarulhos já recebeu R$ 955,5 mil para a gestão do programa. Somente em junho a prefeitura recebeu R$ 153,4 mil para gerenciar as ações do Bolsa Família. Questionada a prefeitura não respondeu até a conclusão desta edição.

Reportagem: Rosana Ibanez
[email protected]

Foto: Ivanildo Porto