Share
Número de multas por falta de sinalização nas rodovias que cortam a cidade têm alta

Número de multas por falta de sinalização nas rodovias que cortam a cidade têm alta

Cresceu o número de multas aplicadas nas rodovias federais – Presidente Dutra, Fernão Dias e Hélio Smidt -, que cortam a cidade de Guarulhos, para motoristas que deixam de sinalizar a mudança de faixa, por meio da seta. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o índice de crescimento deste tipo de infração é de 20% nos noves meses deste em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Segundo levantamento disponibilizado com exclusividade ao HOJE, a PRF revela que 297 motoristas foram multados por não sinalizar a troca de faixa através da seta entre janeiro e setembro do ano passado. Em contrapartida, este número cresceu em 20% no mesmo período neste ano. Ou seja, 355 condutores foram flagrados cometendo esta infração em trechos guarulhenses das rodovias federais que cortam o município.

As rodovias Presidente Dutra e Hélio Smidt são aquelas que registram o maior número de multas aplicadas. Em 2016, foram multados 271 motoristas contra 285 neste ano, o que representa um acréscimo de 5%. Em contrapartida, na rodovia Fernão Dias atingiu o índice de 169% de aumento deste tipo de infração. Ela saltou de 26 para 70.

Para a PRF, a falta indiscriminada de uso da seta por muitos motoristas ocorre principalmente pela formação insuficiente do motorista brasileiro. A PRF também ressalta que os motoristas e pedestres não dão a atenção devida ao trânsito, dando causa a estas pequenas infrações, como é a de falta de uso de seta. O órgão entende que a sinalização é a maneira de advertir os pedestres sobre a direção que o veículo tomará, auxiliando na travessia segura das vias.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), são quatro as ocasiões em que o motorista é obrigado a utilizar a seta para mudar de faixa: no início de marcha (ao sair com o carro do ponto de estacionamento), estacionar o veículo, mudar de direção e mudar de faixa de circulação. O CTB prevê multa de R$ 195,23, além de classificar como infração grave e o acúmulo de 5 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Antônio Boaventura
antonio.boaventura@guarulhoshoje.com.br

Foto: Ivanildo Porto

Deixe seu Comentário