Polícia Federal prende seis passageiros com drogas no Aeroporto de Cumbica

 

A Polícia Federal (PF), prendeu, em ações distintas realizadas no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, entre os dias 1 e 5/11, 6 passageiros de voos internacionais por tráfico de drogas, com eles quase 40 Kg de cocaína foram apreendidos.

Na quarta-feira (1/11), um brasileiro, que desembarcou de voo proveniente de Curitiba, no Paraná, e faria conexão com destino a África, foi preso com 13 Kg de cocaína dentro de uma mala. A droga estava acondicionada em uma mochila, distribuída na forma de 13 tijolos. O brasileiro, de 51 anos de idade, foi preso pelos policiais federais, que atuam com o auxílio de cães farejadores, logo ao sair da aeronave.

Duas mulheres, que embarcariam para a França e África do Sul, foram presas na quinta-feira (2). Policiais federais identificaram dentro de duas malas despachadas para o voo com destino a Joanesburgo, na África do Sul, vários volumes suspeitos. A mulher, uma brasileira de 29 anos de idade, foi localizada já o interior da aeronave e conduzida para acompanhar a realização de perícia em seus pertences. Dentro das duas malas os peritos federais encontraram 20 tijolos compostos de cocaína, cujo peso somou 20 Kg. Já no controle migratório, outra passageira foi surpreendida pela mesma equipe policial tentando embarcar com 1 Kg de cocaína escondido dentro de fundos falsos de uma bolsa. A mulher, uma brasileira de 36 anos de idade, pretendia levar a droga para Paris, na França.

 

No sábado (4) foram presos um angolano e um malasiano, e com eles apreendidos mais de 4 Kg de drogas. O angolano, que embarcaria para o seu país natal, ficou nervoso ao passar pelo controle migratório e correu em direção às salas de embarque de voos domésticos, momento em que foi contido e preso pelos policiais federais. Dentro de sua bagagem de mão e na mala despachada havia 4 Kg de drogas. Já com o malasiano foram encontradas 18 cápsulas contendo cocaína. O preso confessou ter outras cápsulas dentro do estômago e foi imediatamente conduzido ao hospital público, onde permanecerá até a expulsão da droga ingerida.

Outra passageira, que engoliu cápsulas contendo cocaína, foi presa no domingo (5). A mulher, de 42 anos de idade, que embarcaria para seu país natal, disse aos policiais ter cerca de 60 cápsulas em seu estômago. Após a realização de busca pessoal, a policial federal feminina encontrou um volume, contendo cocaína, introduzido no corpo da presa. Devido ao risco de morte, ela foi conduzida pelos policiais ao hospital para que pudesse expelir a droga ingerida.

Os presos serão conduzidos aos presídios estaduais onde permanecerão à disposição da Justiça, respondendo pelo crime de tráfico internacional de drogas.