Em parceria, Aché inaugura laboratório de pesquisa em Nanotecnologia

Juntamente com o laboratório Ferring, o Aché inaugurou nesta quarta-feira (29), o laboratório de pesquisa em Nanotecnologia. Nele será desenvolvido pesquisas exclusivas em novas plataformas tecnológicas baseadas em Nanotecnologia para aplicação em medicamentos, cosméticos e alimentos.
No entanto, para desenvolver esta iniciativa, que é pioneira no Brasil, ambos os laboratórios desembolsaram a bagatela de R$ 7 milhões para investimentos em estrutura e infraestrutura. O propósito deste projeto é a transferência de tecnologia para aplicação em produtos.

“As pesquisas nesta área proporcionam a redução de efeitos adversos, o aumento da aderência do paciente ao tratamento e a comodidade na administração posológica. Um exemplo é a insulina que, por meio de pesquisas em nanotecnologia, poderá se tornar um medicamento de administração via oral”, explicou Stephani Saverio, diretor do núcleo de inovação da Aché.

Esta também é a primeira iniciativa da Ferring em pesquisa no Hemisfério Sul e, apesar de a empresa possuir dez centros de Pesquisa e Desenvolvimento em inovação ao redor do mundo em países como Alemanha, EUA, Índia e China, o Brasil será o primeiro em nanotech.

“Estamos muitos satisfeitos em ver este projeto sair do papel, pois ele está fincado nos pilares de inovação, foco no cliente com objetivos claros que irão, em poucos anos, melhorar efetivamente a vida de milhares de pessoas no Brasil e no mundo”, disse Vânia Machado, presidente do Aché Laboratórios Farmacêuticos.

Antônio Boaventura
[email protected]