Share
Acusado de assassinar esposa grávida no Vila Any é encaminhado para o Centro de Detenção Provisória

Acusado de assassinar esposa grávida no Vila Any é encaminhado para o Centro de Detenção Provisória

Após audiência de custódia, Robson Figueiredo Santos, 26, suspeito de assassinar a esposa Marines de Souza Moreira, 23, grávida de oito meses, continua preso e foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP), I Giovani Martins Rodrigues, localizado na rua José Marques Prata, região de Cumbica.

O acusado vai continuar no CDP enquanto aguarda o julgamento. O caso ocorreu no dia 06 de dezembro, quando por volta das 20h30, Santos teria golpeado a esposa com diversas facadas espalhadas pelo corpo. Além da agressão a esposa, outras duas pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas para o Hospital Pimentas-Bonsucesso.

O casal tinha três filhos, sendo dois meninos, com idades de três e um ano e oito meses, e uma menina de cinco anos, que serão cuidados pela avó da jovem.

1 Comentário neste post

  1. Meu Deus,até quando iremos ler nos noticiários de jornais essas manchetes de feminicidios??? A maioria dessas jovens sabe que que seu companheiro tem um histórico de violência e mesmo assim continua a crê que o amor vai mudar esse pulha. Mulheres lindas e brasileira fiquem Só,como diz aquele ditado melhor só que mal acompanhada

    Responder

Deixe seu Comentário