Guarulhos sobe uma posição e figura como a 12ª economia entre as cidades brasileiras

Ass:Av. Tiradentes Local:Centro Data:11.02.005 Foto:Sidnei Barros/PMG

Guarulhos subiu uma posição e figura como a 12ª economia entre as cidades brasileiras com um Produto Interno Bruto (PIB) de R$ 52,2 milhões. Em relação ao estado, a cidade permanece na quarta posição atrás dos municípios de São Paulo, Osasco e Campinas, contribuindo com 0,9% do total do PIB do país. A constatação faz parte do ranking do Produto Interno Bruto (PIB) dos Municípios 2010-2015.

Segundo o IBGE, excluindo-se as capitais, dez municípios geravam, individualmente, mais de 0,5% do PIB do país e, juntos, agregavam 7,4% do PIB do nacional em 2015. Os sete primeiros são municípios paulistas que têm como característica a integração entre a Indústria e os Serviços: Osasco, que gerou 1,1% em 2015; Campinas e Guarulhos, com 0,9% cada; Barueri, com 0,8%; São Bernardo do Campo e Jundiaí, com 0,7% cada; e São José dos Campos, com 0,6%. Em seguida, estão os municípios do estado do Rio de Janeiro, Duque de Caxias e Campos dos Goytacazes, ambos com 0,6% cada, e Sorocaba (SP) com 0,5%.

De 2002 a 2015, em 20 dos 26 estados brasileiros o PIB das capitais perdeu participação no PIB nacional. Em 2002, 36,1% do PIB brasileiro era proveniente das capitais dos estados, valor que em 2015 passou para 33,1%, representando uma perda de 2,9 pontos percentuais. Ao contrário, os municípios fora das capitais eram responsáveis por 63,9% do PIB e passaram a contribuir com 66,9%, um avanço de 2,9 pontos percentuais no mesmo período. De 2002 até 2014, a queda de participação das capitais é um pouco maior: 3,2 pontos.

Em 2015, enquanto São Paulo ocupou a primeira posição em termos de contribuição ao PIB do país, Palmas (TO) ficou em último lugar. Florianópolis (SC) foi a única capital a não ocupar a primeira posição no ranking do PIB municipal em seu estado, sendo precedida por Joinville, que faz parte do polo metal mecânico catarinense, e por Itajaí, que se destaca nas atividades portuária, industrial e de outros serviços.

No Brasil, 25 municípios concentram 37,7% de participação no PIB do Brasil. No sentido contrário 5545 repartem os 62,3% restantes. Este grupo dos 25 maiores PIB representam apenas 23,5% da população.

Municípios e respectivas
Unidades da Federação Posição ocupada pelos
100 maiores
municípios Produto Interno Bruto
a preços correntes
(1 000 R$) Participação percentual (%)
Relativa Acumulada
São Paulo (SP) 1º 650 544 789 10,85 10,85
Rio de Janeiro (RJ) 2º 320 774 459 5,35 16,20
Brasília (DF) 3º 215 613 025 3,60 19,80
Belo Horizonte (MG) 4º 87 364 598 1,46 21,25
Curitiba (PR) 5º 83 864 936 1,40 22,65
Porto Alegre (RS) 6º 68 117 224 1,14 23,79
Manaus (AM) 7º 67 066 846 1,12 24,91

Reportagem: Rosana Ibanez
[email protected]
Foto: Ivanildo Porto