Usuária alega que já são seis meses sem médico na UBS Santa Lídia

A auxiliar de escritório Vânia Pires de Freitas, 49, alega que há seis meses a Unidade Básica de Saúde (UBS) do Santa Lídia, localizada na rua Adelina Vieira Porto, n° 21, sofre com a falta de médico. De acordo com a usuária, ela foi informada por um enfermeiro que não tinha médico ao tentar marcar uma consulta para um exame de rotina.
“Fui na UBS e me informaram que não existe nenhuma previsão para a chegada de algum médico”, afirmou Vânia, destacando que apesar de não marcar o exame, apenas trocou a receita de um medicamento com o enfermeiro.

O exame que a auxiliar de escritório está tentando marcar é para verificar como está a pressão e também o colesterol. “Todo ano realizo esse exame de rotina para verificar se existe algum problema, porém, pela primeira vez acredito que terei problemas para marca-lo diante da falta de médico”.
De acordo com Vânia, os médicos são divididos em três áreas de acordo com as ruas, e por conta disso, na parte de número de 59, correspondente a residência de Vânia, que está com falta no quadro de profissionais. A reportagem do HOJE questionou a Secretaria da Saúde, que alegou ter quatro médicos em atividade na unidade.
“Falta no quadro da unidade um profissional do médico da família, porém, apesar disso, a equipe continua realizando visitas domiciliares na região”.

Reportagem: Ulisses Carvalho
[email protected]