Funcionários do Aeroporto de Guarulhos flagram suposto OVNI

Dois funcionários do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, teriam flagrado um suposto objeto voador não identificado (Ovni), que estaria parado no ar na área do aeroporto. O objeto de cor predominante verde teria sobrevoado o local, além de se locomover rapidamente e depois desaparecer.

“Ele tinha uma coloração verde, e passou pelos Terminais 1,2 e 3”, afirmou um funcionário que preferiu não se identificar, por trabalhar na pista do aeroporto, local que é proibido fotografias, alegando que minutos após as fotos, a fiscalização do pátio teria solicitado para não utilizarem os celulares.

Segundo o funcionário, o objeto teria ficado maior parte do tempo próximo ao Terminal três, porém, as duas fotografias foram tiradas na região do pátio do Terminal dois, próximo a um avião da companhia aérea Latam. A imagem teria sido realizada por volta das 19h deste domingo (14), quando havia acabado de chover pelo aeroporto.

“O objeto não era muito grande, mas um drone não era, porque de repente ele estava em um lugar e depois aparecia em outro”, disse o funcionário alegando que quando mostrou a foto para os demais companheiros de trabalho muitos o chamaram de louco.

Perito forense  Ricardo Caires dos Santos

O HOJE entrou em contato com o perito forense  Ricardo Caires dos Santos, um dos responsáveis pela perícia nos áudios envolvendo o caso do presidente Michel Temer com o empresário Joesley Batista. Santos analisou as duas imagens do aeroporto, e revelou que sem o celular do funcionário, não é possível constatar se houve alteração. “Não consigo afirmar se a foto de fato foi manipulada ou se trata apenas de uma luz no céu”, revelou.

GRU Airport e FAB afirmam que não houve nenhum registro de objeto que atrapalhasse os voos

O Gru Airport afirmou que não houve qualquer registro de algum objeto não identificado circulando pelas proximidades do aeroporto durante a tarde e a noite deste domingo (14). “Não houve registro nenhum de acontecimento que interrompesse a operação”. Já a Força Aérea Brasileira (FAB), também confirmou que não houve qualquer ocorrência confirmada pelo Controle do Espaço Aéreo.

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

 

- PUBLICIDADE -