Com obras paradas, mais de oito mil alunos aguardam por vagas em creches

Com as obras das creches do Parque Cecap e Vila Nova Bonsucesso paradas, a fila de crianças que aguardam por uma vaga crescem na cidade, e atualmente, de acordo com números divulgados pela Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Secel), são 8.991 alunos que estão na lista de espera.

A cidade foi contemplada através do programa do Governo Federal chamado ProInfância, onde foram destinados durante a gestão passada, no ano de 2012, R$ 28,7 milhões, sendo o restante, R$ 30,8 milhões contrapartida da administração municipal. O dinheiro foi destinado para 11 creches entre os bairros do Parque Primavera, Vila Branca, Jardim Acácio, Nova Carmela, Jardim Lourdes, Parque Cecap, Jardim Nova Cumbica, Vila Alzira, Vila Galvão, Parque Santo Antônio e Estrada Velha de São Miguel.

Outra creche que sofre com obras paradas é a da Vila Galvão, com o custo de R$ 16 milhões, além da Vila Nova Bonsucesso, localizada na rua dos Cardeais, ao custo de R$ 8 milhões, o local já foi alvo de reclamação por parte de moradores que estaria sendo utilizado como ponto de drogas, além de sofrer pichações.

A reportagem do HOJE questionou a prefeitura sobre a situação das obras paradas, que não confirmou se todas as unidades seguem sem a continuação das obras, mas afirmou que estão em processos em andamento. Relacionado ao Parque Cecap, a creche está em via de relicitação, para a contratação de uma nova empreiteira.
“A prefeitura informa que o credenciamento de novas entidades parceiras para o atendimento dessa demanda, de 8.991 alunos que aguardam em lista de espera para creche, está em andamento. O município possui 109 estabelecimentos que atendem a modalidade creche, sendo destas 53 entidades parceiras”.

Reportagem: Ulisses Carvalho
[email protected]
Foto: Ivanildo Porto