Em apenas um ano, a indústria guarulhense perdeu três mil postos de trabalho, segundo informações do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp). Somente no mês passado, houve queda de 250 postos de trabalho na cidade, representando uma variação de -0,26%.

Segundo o Ciesp, o número foi gerado após variações negativas na parte de máquinas e equipamentos, com -2,67%, aparelhos, materiais elétricos e máquinas, com -3,61% e metalurgia com queda de 2,53, sendo esses os fatores que mais influenciaram para o cálculo do indicador total na região.
Durante o ano passado, o cenário na indústria guarulhense se manteve estável apenas no mês de janeiro, com 0,09%. Nos demais meses, como dezembro, por exemplo, houve a maior queda, com 1,73. Entre os setores, o que apresentou a maior perda de postos de trabalho foi a indústria de móveis, com 21,98, em um acumulado de 12 meses, seguido pelo setor de bebidas, com 20,35 e máquinas e equipamentos, com 12,37 de queda nos empregos.

Já em São Paulo, a indústria paulista contratou 10.500 trabalhadores no mês passado, o equivalente à variação de 0,50% em relação a dezembro. Foi o melhor resultado para o mês desde janeiro de 2012, nesta base de comparação, segundo a Pesquisa de Nível de Emprego realizada pela Federação e pelo Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp). A média de contratações no primeiro mês do ano é de 2.800 postos abertos entre 2005 e 2017.

Reportagem: Ulisses Carvalho
ulissescarvalho@grupomgcom.com.br
Foto: Ivanildo Porto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here