O Movimento Popular pela Saúde realizou um ato na tarde desta terça-feira (20), na região Central da cidade, contra a falta de medicamentos na cidade. O grupo alega que atualmente faltam 50% de medicamentos no almoxarifado da administração municipal, porém, a Secretaria Municipal de Saúde alega um déficit de 40% nos insumos.

O protesto desta terça-feira teve concentração a partir das 14h30 na Praça Getúlio Vargas, onde além de realizar uma passeata pelo Centro, também teve ponto de parada no Ministério Público Estadual, onde os integrantes do movimento foram protocolar uma ação com um pedido de intervenção pelo ministério, às 16h30.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here