A dona de casa Valéria Cristina Almeida dos Santos, 33, alega que quando retirou o kit de material de escolar do filho nesta segunda-feira (12), na Escola da Prefeitura de Guarulhos (EPG) Pedrinho e Narizinho, localizada na rua Água Vermelha, n° 03, região do Jardim Santa Emília, o material estava incompleto, já que não teria vindo o número certo de cadernos, lápis, canetas e borrachas.
Além da questão da falta de material, a mãe também alega que os pais só foram avisados em cima da hora sobre uma reforma na escola. “As aulas começaram somente no dia 28 de fevereiro, porém, já havia gastado R$ 300 em material para os meus filhos”, revelou. A obra na escola teria ocorrido porque o teto do local estaria desabando.

De acordo com Valéria, quando recebeu o kit escolar, ao invés de ter três canetas, veio apenas uma, assim como caderno, que de quatro unidades, não veio nenhum, assim como o caderno de desenho. “O lápis de cor que eram duas caixas, veio somente uma, assim como apontador, que eram dois e veio somente um, além de lápis grafite, de oito unidades, tinha somente uma na caixa”, afirmou.

Quando a mãe teria realizado a reclamação para a escola, a professora teria afirmado que essa situação faz parte do procedimento da escola. A reportagem do HOJE entrou em contato com a administração municipal para saber o motivo da não entrega dos kits escolares completos, porém, a prefeitura afirmou que os materiais serão disponibilizados de acordo com a necessidade dos alunos. “A escola optou em deixar alguns itens em estoque conforme combinado com os pais em reunião realizada na última sexta-feira (9)”.

Reportagem: Ulisses Carvalho
ulissescarvalho@grupomgcom.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here