Depois de inúmeros prazos desde as duas últimas administrações do PT na cidade, o prefeito Guti (PSB) promete entregar o Trevo de Bonsucesso em dezembro deste ano, após quase 15 anos do início de suas obras. No entanto, antes de sua conclusão, o contrato com a Enpavi Construtora será reajustado em R$ 2 milhões, conforme cláusula contratual.

“Ela (Enpavi) já mandou uma carta isentando a prefeitura de pagar o índice que ela desejava. Vamos ter que fazer um reajuste que foi celebrado. Isso vai nos custar R$ 2 milhões de reajuste, que a gente não queria, mas por força de contrato nos obriga”, explicou o prefeito Guti.

Em contrapartida, o chefe do Executivo afirmou que a entrega do Trevo está prevista para dezembro deste ano. Ele ressalta que esta é uma de suas metas de governo para a mobilidade urbana do município.

“Estamos adequando (o contrato) e na próxima semana estaremos com os representantes daquela empresa pra que negocie de fato, e que garanta a conclusão daquela obra até o final do ano a parte do Trevo”, disse o prefeito.

A obra do Trevo de Bonsucesso chegou a custar R$ 130 milhões, porém, depois do anúncio do envolvimento das construtoras Andrade Gutierrez e Queiroz Galvão, responsáveis na época pelo projeto de construção até dezembro de 2014, na Operação Lava Jato, o custo caiu para R$ 83 milhões. A Enpavi Construtora terá a missão de concluir as benfeitorias que começaram há quase 15 anos.

Antônio Boaventura

antonio.boaventura@guarulhoshoje.com.br

Foto: Ivanildo Porto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here