No Centro de Detenção Provisória (CDP) I Asp Giovani Martins Rodrigues, localizado na rua José Marquês Prata, n° 240, no bairro Várzea do Palácio, uma mulher que seria companheira de um preso foi surpreendida durante um procedimento de revista ao passar pelo scanner corporal, que teria detectado a presença de maconha e cocaína escondidos na vagina da mulher.

O caso ocorreu no sábado (15), e a suspeita acabou sendo presa, porém, a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), não revelou a identidade da mulher. Já no sábado (14), no CDP II de Guarulhos, localizado na avenida Guinle, no bairro de Cumbica, agentes encontraram em uma alimentação trazida por um visitante de preso da unidade, 27 invólucros contendo maconha e 25 pontos de LSD.

Na Penitenciária Desembargador Adriano Marrey, localizada na rodovia Presidente Dutra, km 213, uma companheira de um detento também foi flagrada através do scanner corporal da unidade tentando entrar com maconha e cocaína ocultos nos genitais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here