A Secretaria de Saúde recebeu nesta semana a confirmação de mais três óbitos de moradores de Guarulhos por febre amarela silvestre, contraída fora da cidade. Os resultados dos últimos exames confirmando a causa mortis foram encaminhados pelo Instituto Adolfo Lutz. Com isso, sobe para 29 o número de mortes em decorrência da doença, dos 58 casos confirmados até o momento no município.

O primeiro caso é de um homem de 73 anos, morador do Jardim Jovaia, que esteve em Nazaré Paulista entre os dias 26 de fevereiro e 4 de março. Ele sentiu os primeiros sintomas no dia 6 de março. Três dias depois, dia 9, deu entrada no Hospital Municipal de Urgências (HMU) de onde foi transferido, na mesma data, para o Instituto de Infectologia Emílio Ribas, em São Paulo. No dia seguinte o paciente faleceu, em decorrência da piora do quadro clínico.

Outra ocorrência é de um homem de 59 anos, morador do Bonsucesso, que esteve em Mairiporã por período não identificado. No entanto, apresentou os primeiros sintomas no dia 3 de março. Deu entrada no Hospital Next Saúde no dia 11, mas não resistiu e foi a óbito três dias depois.

O terceiro caso é de um rapaz de 21 anos, morador do Bananal, que esteve em Nazaré Paulista entre os dias 4 e 5 de março. No dia 6 sentiu os primeiros sintomas. Dois dias depois deu entrada no Hospital Geral de Guarulhos (HGG) e no mesmo dia foi transferido para o Instituto de Infectologia Emílio Ribas, em São Paulo. Mas devido à evolução clínica insatisfatória faleceu no dia 14 de março.

A Secretaria de Saúde reforça o pedido para que a população procure uma das 69 Unidades Básicas de Saúde (UBS) para se imunizar contra a febre amarela. Para se vacinar é necessário apresentar comprovante de que mora ou trabalha na cidade, além de documento oficial com foto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here