Meditação e práticas corporais da medicina chinesa fazem parte do Movimenta Saúde neste sábado

Imagine começar o dia em um parque, participar de uma aula de Lian Gong, depois de Tai Ji Qi Gong e, em seguida, meditação. Essas são algumas das chamadas Práticas Integrativas e Complementares (PICS), que são oferecidas pelo Sistema Único de Saúde e que farão parte da programação do Movimenta Saúde do próximo sábado, dia 16, das 8h às 11h, além da corrida, no Parque Júlio Fracalanza, no Vila Augusta.

Segundo o Ministério da Saúde, as PICS são tratamentos que utilizam recursos terapêuticos, baseados em conhecimentos tradicionais, voltados para prevenir diversas doenças, como depressão e hipertensão. As práticas serão ministradas pelo educador físico Manoel Eloildo Felix da Silva, que desde 2008 trabalha com Lian Gong na Secretaria de Saúde do município.

Desde maio de 2017, Manoel trabalha no CEMPICS (Centro Municipal de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde), localizado no Parque Júlio Fracalanza. “Comecei a dar as práticas de Lian Gong e Tai JI Qi Gong em junho de 2017 e a meditação em setembro do mesmo ano”, conta.

As práticas são oferecidas regularmente no serviço. Os grupos de Lian Gong e Tai Ji Qi Gong têm em média 35 participantes por aula e a meditação, em média 12 por sessão. O educador diz que entre os benefícios que as PICS propõem aos participantes está a melhora da percepção da vida e de sua requalificação. “Mesmo que a pessoa seja portadora de alguma patologia, é possível conviver com ela sem sofrimento”, exemplifica.

Na recepção do local, cartazes trazem informações sobre as práticas. O Lian Gong em 18 terapias, por exemplo, é um método elaborado na década de 70 pelo Dr. Zhuang Yuan Ming, que tem como objetivo prevenir e tratar das dores no corpo, desbloquear e ativar o fluxo do Qi (sopro/energia vital).

Já o Tai Ji Qi Gong em 28 exercícios, que tem o Dr Li Ding como autor, baseia-se na harmonia entre coração, respiração e sopro vital na execução de cada exercício. Um método eficaz e de fácil  aplicação para a prevenção de doenças. Ambas as práticas fazem parte da Medicina Tradicional Chinesa.

Quanto à meditação, a frase de Osho, mestre na arte da meditação e do despertar da consciência, é usada para traduzir a dimensão da prática: “A meditação  é uma maneira de ir para dentro de si mesmo, de perceber que você não é o corpo e você não é a mente. É um modo de fixar em nós mesmos, no mais profundo centro do nosso ser; e uma vez que você encontrou o seu centro, você terá encontrado tanto suas raízes quanto suas asas”.

Para participar destas práticas, basta comparecer ao local no dia e hora marcada, com roupas leves e tênis. Para fazer parte dos grupos, entre em contato com o CEMPICS no telefone: 2087-3751 ou 2408-1366.

Foto: Fábio Nunes Teixeira/PMG