Sistema Alto Tietê e Cantareira apresentam queda de 26% em sua capacidade de abastecimento

Sistema Alto Tietê e Cantareira apresentam queda de 26% em sua capacidade de abastecimento

Principais fontes de abastecimento de água da cidade de Guarulhos, os reservatórios Alto Tietê e Cantareira apresentaram queda de 26% em sua capacidade de abastecimento no mês de junho deste ano em comparação ao mesmo período deste ano. Juntos, eles são responsáveis por atender 87% da demanda em todo município.

O sistema Cantareira, que abastece a região central, registrou a marca de 44% de sua capacidade de abastecimento nesta sexta-feira (29) contra 67,1% no mesmo período do ano passado. Ou seja, queda de pouco de 23%. Já o Alto Tietê, que atende a região considerada periférica do município, caiu seu nível de 59,5% para 56,7%. Atualmente, o Sistema Cantareira atende aproximadamente 7,5 milhões de pessoas e o Alto Tietê 4,4 milhões.

A média histórica de chuva na região que estão abrigados os mananciais está muito abaixo. O sistema Cantareira registra média de 61,1 mm nos últimos anos e neste mês choveu naquele local apenas 19,5 mm. Já o Alto Tietê tem média histórica de 56,9 mm e registrou em junho deste ano média de 17,5 mm de chuva.

Diante deste quadro negativo, Francisco Carone, superintendente do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), afirmou que a autarquia está preparada para atender a demanda da cidade sem que haja prejuízo no abastecimento. Segundo Carnone, o Saae está tomando todas as providências para manter a regularidade deste serviço.

“Os reservatórios apresentam níveis inferiores ao normal para esta época do ano, mas o Saae Guarulhos está tomando todas as providências para que isso não impacte no dia a dia da cidade. O Saae Guarulhos possui, sim, um plano de contingência”, explicou Carone.

Antônio Boaventura

antonio.boaventura@guarulhoshoje.com.br

Foto: Ivanildo Porto

Deixe seu Comentário