Música, interação e criatividade. Esses foram alguns dos elementos desenvolvidos pela equipe de professores e alunos da EPG Tia Carmela, localizada na região do Bonsucesso, com a inauguração do Parque Sonoro, um espaço educativo para aguçar a percepção e a sensibilidade das crianças, por meio dos sons. O evento aconteceu na sexta-feira, 17, e contou com a participação da equipe escolar, pais e alunos, que colaboraram efetivamente para essa conquista.

O Parque Sonoro possibilita a interação da criança com o espaço por meio de diversos objetos, construídos com tampinhas de garrafa, panelas, potes de plásticos, CDs, diferentes tipos de latas, entre outros. Tanto a diversidade de materiais quanto o som reproduzido por eles e os diversos estímulos sensoriais do Parque objetivam o desenvolvimento da memória auditiva dos alunos, por meio da linguagem sonora e de brincadeiras.

Para Simone Datoguea Silva, vice-diretora da escola, o Parque Sonoro da EPG Tia Carmela faz parte de um conjunto de ações e práticas pedagógicas que buscam o desenvolvimento integral da criança a partir do lúdico, do protagonismo e da habilidade que elas têm de se envolver com o mundo ao seu redor.

“Tudo começa com a concepção da escola de utilizar materiais não estruturados aos elementos de sentidos e ressignificá-los. A partir desse momento, é possível ampliar os olhares, a convivência com a natureza e outras vivências com os pais, grandes parceiros para tornar o Parque Sonoro uma realidade”, explica Simone, lembrando da efetiva coleta de materiais pelas famílias, o que viabilizou a conquista da proposta.

O Parque Sonoro foi construído aos poucos, entre os meses de março e julho. O espaço é destinado para crianças de 0 a 5 anos de idade e foi planejado em parceria com os membros do Conselho Escolar, cozinheiras e com o apoio dos pais que acreditaram e abraçaram a proposta.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here