Vítima de femicídio no Parque Brasília é sepultada no cemitério da Vila Rio de Janeiro

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

Foi sepultada na manhã desta segunda-feira (15), às 9h, no Cemitério da Vila Rio de Janeiro, o corpo da jovem Ellen Bandeira, 22, assassinada a tiros enquanto dormia na própria residência no Parque Brasília, região do Pimentas. O velório foi realizado na noite de domingo (14), e a vítima deixa um filho de apenas três anos.

O suspeito de assassinar a vítima é o ex-namorado, Richardson Jonhison Silva, 30, que segundo a polícia, teria entrado na casa da vítima, que morava sozinha e realizado cinco disparos na madrugada de domingo (14), por volta das 3h. A jovem chegou a ser socorrida e encaminhada para o Hospital Pimentas-Bonsucesso, porém, não resistiu aos ferimentos e morreu.

Silva, de acordo com a polícia, teria tentado se esconder em uma igreja evangélica próxima a casa da vítima, porém, foi preso pelos policiais e a ocorrência foi registrada no 4° Distrito Policial como homicídio com agravante de femicídio. O suspeito já teria cumprido em 2006 por roubo e porte de arma.

De acordo com uma amiga da vítima, que pediu para não ser identificada, a jovem chegou a namorar com o suspeito por seis meses, e quando teria descoberto que Silva teria passagem pela polícia, terminou o namoro, porém, o suspeito não teria aceitado o término, e estaria ameaçando a jovem há dois meses.