Cerca de 7.300 alunos de 20 escolas estaduais em Guarulhos participaram do programa Trabalhando nas Escolas, projeto da Secretaria Municipal do Trabalho, no ano de 2018. Os estudantes, de 18 bairros da cidade, tiveram a oportunidade de aproveitar os serviços oferecidos pela Pasta e empresas parceiras da Prefeitura de Guarulhos. O programa, que teve início em setembro e passou por três escolas a cada semana, emitiu cerca de 524 carteiras profissionais, recebeu 1.027 cadastros de adolescentes para estágios e disponibilizou 108 palestras sobre os mais diversos temas, a fim de instigar o interesse dos jovens para temas como a importância do inglês e outros idiomas no currículo, profissões do futuro, o que é ser estagiário, finanças pessoais, como usar as ferramentas da internet a seu favor, elaboração de currículo, empreendedorismo, entre diversos outros temas. Além disso, 1.046 testes vocacionais foram realizados.

“Ouvimos relatos de vários jovens que ainda não tinham a carteira profissional porque não sabiam onde fazer ou não tinham condições de ir até o local, por exemplo. Esta iniciativa, além de levar oportunidade para as escolas, ainda apresenta aos jovens a possibilidade de um futuro melhor, com as diversas palestras sobre o futuro do mercado de trabalho e mostra para eles que o futuro pode ser bom se eles se dedicarem e estudarem. Ano que vem pretendemos continuar atendendo a esses adolescentes que precisam de informação”, disse a secretária do Trabalho, Telma Cardia.

Palestrante responsável por expor aos alunos as mudanças e avanços no mercado de trabalho, Marcos Antônio de Araújo lembra como é importante, nos dias de hoje, que os jovens tenham contato com as tecnologias e de que forma isso facilita na hora de conseguir um emprego. “O que tento passar nas minhas palestras é que perfil do profissional muda, agora ele deve estar atualizado com todas as formas de tecnologias. Engenheiros, médicos, advogados, todos os setores estão sendo afetados, novas formas de trabalhar, novas formas de se envolver com o cliente. É importante eles saberem qual o perfil do funcionário que o mercado de trabalho exige hoje em dia”, afirma.

Segundo Katia Cristiane Gaspar, coordenadora da Escola Carmina Mendes, uma das primeiras a receber a visita do projeto esta ação é de extrema importância para os jovens da região carente da cidade. “Acesso à informação sobre o mercado de trabalho, como se comportar em uma entrevista de emprego, tudo isso é muito importante para eles saberem que têm chances de subir um degrau na vida”.

As empresas parceiras durante todo o projeto, responsáveis por montar os stands, divulgar seus cursos, apresentar palestras, oficinas, workshops e testes vocacionais foram: a Universidade Brasil, Fatec (Faculdade de Tecnologia do Estado de São Paulo), SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), Universidade Guarulhos, Universidade Cruzeiro do Sul, Universidade Braz Cubas, Faculdade Eniac, CIEE (Centro de Integração Empresa Escola), CEBRAC (Centro Brasileiro de Cursos), Ellenco Estágios, Prepara – Cursos Profissionalizantes, UNISA, Brilho Próprio Estágios, Faculdade Progresso, SER Especial, Escola Profissionalizantes Liveely’s, e Associação de Diabéticos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here