A CCR NovaDutra entrega, com seis meses de antecedência, nesta sexta-feira (7/12), as obras de implantação do novo trevo Jacu Pêssego, no km 213,3 da via Dutra, em Guarulhos (SP). A previsão é que as faixas sejam liberadas às 13h. Durante as obras, foram realizadas três etapas para a construção de quatro viadutos: um na pista expressa sentido São Paulo e os outros três no sentido Rio de Janeiro – um na pista expressa, um na pista marginal e outro na via local.

Com previsão de término para maio de 2019, a obra de implantação do novo trevo contou com investimento de R$ 20 milhões e mais de 200 profissionais envolvidos. Para execução dos quatro viadutos foram utilizados cinco mil metros cúbicos de concreto, mais de 425 toneladas de aço, cinco mil metros quadrados de forma (estrutura de madeira), escavação de cinco mil metros cúbicos de solo e aplicação de 1,5 mil toneladas de asfalto convencional.

As obras complementam os serviços que serão realizados pela Prefeitura de Guarulhos, possibilitando, no futuro, o prolongamento da Avenida Jacu Pêssego e a interligação com a via Dutra. Em conjunto, os trabalhos vão proporcionar mais fluidez ao tráfego da rodovia na região, por onde passam cerca de 160 mil veículos diariamente, em ambos os sentidos. Além disso, vão oferecer a Guarulhos um novo corredor de transporte e um novo acesso à cidade.

“Entregaremos hoje mais uma obra de grande relevância para a Rodovia Presidente Dutra. Ela é de extrema importância para o viário da cidade de Guarulhos. A concessionária para minimizar o impacto dos desvios de tráfego, necessários para a execução das obras, implementou um ritmo de obra mais acelerado, com a realização de dois turnos de trabalho, o que contribuiu para a redução do prazo de sua execução. Desta forma, a entrega antecipada minimizou os transtornos para os usuários dos cerca de 160 mil veículos que trafegam diariamente na região pelas pistas expressas e também na região de Guarulhos”, comentou Virgílio Leocádio, Gestor de Atendimento da CCR NovaDutra.

Para a realização das obras, durante as etapas, foram realizadas diversas interdições, com implantação de pistas reversíveis, programadas para contribuir com o fluxo de veículos nos dois sentidos da rodovia e também para a execução dos trabalhos, nos períodos diurno e noturno.

Liberação das pistas expressas – Com a entrega das obras, as pistas expressas da via Dutra estarão liberadas para o tráfego considerado de longa distância, tanto no sentido São Paulo, quando no sentido Rio de Janeiro.

A pista expressa sentido São Paulo é a melhor alternativa para os usuários que possuem como destino final à capital paulista. Através do acesso do km 229, o usuário pode acessar a pista marginal da Marginal do Rio Tietê, a Avenida Salim Farah Maluf, Rodovia Anchieta e Imigrantes, ponte do Tatuapé e utilizando a via Dutra até o final no km 231, dará acesso as pistas expressas da Marginal Tietê, Marginal Pinheiros, a região Leste da cidade de São Paulo.

 

Já a liberação da expressa sentido Rio de Janeiro beneficiará a viagem de longa distância de quem saí da capital para as cidades do Alto Tietê, Vale do Paraíba e litoral norte paulista.

 

1 COMENTÁRIO

  1. O inferno persiste no trevo maldito de Bonsucesso. Inauguraram o acesso Av Joao Paulo -Dutra porem esquecerem de avisar o transito. Parece que mesmo apos as obras terminarem ,o problema vai continuar. O projeto foi mal elaborado. .

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here