Reportagem: Ulisses Carvalho

ulissescarvalho@grupomgcom.com.br

O Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa de Guarulhos (SHPP) solicitou a prisão temporária de Evandro Silveira Santos, 39, suspeito de assassinar a dentista Elaine Aparecida Gomes, 52. Os dois mantinham um relacionamento, e de acordo com a polícia, Santos já tem passagem por roubo e uso de drogas.

“Na casa da vítima não havia sinais de arrombamento”, destacou em entrevista ao HOJE o delegado do SHPP, Wagner Coimbra, alegando que o pedido de prisão temporária de Santos foi decretado na sexta-feira (29 de março), e após buscas da Polícia Civil, o indivíduo que segue foragido, irá responder por feminicídio.

A dentista teria conhecido Santos durante o trabalho que prestava para uma ONG ligada a igreja Bola de Neve. Santos seria ex-morador de rua e usuário de drogas, e de acordo com a polícia, a família não tinha o conhecimento de que os dois estavam namorando, já que a vítima sabia que a família seria contrária ao relacionamento.

Segundo a polícia, a vítima teria sido assassinada na terça-feira (12 de março) na parte da manhã, porém, como a dentista morava sozinha, o filho teria encontrado o corpo da mãe somente no dia seguinte, quando acionou a Polícia Militar. A Polícia Civil afirmou que nenhum objeto da vítima teria sido levado e que a causa da morte foi traumatismo craniano.

No corpo da dentista teriam sido encontradas marcas de perfurações próximas ao pescoço, além do rosto, com marcas de agressão e que estava coberto por um pano no momento da chegada da polícia. De acordo com o delegado, além de encontrar roupas de Sousa na casa da namorada, uma calça de Santos com marcas de sangue também teria sido encontrada.

Foto: Reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here