Com o apoio da Prefeitura de Guarulhos, o Conselho Municipal de Política Cultural (CMPC) irá promover mais uma edição do Fórum de Cultura na próxima quarta-feira (24), às 19h, no Adamastor Centro. Este é o último encontro no qual os participantes terão a oportunidade de debater e dar contribuições para o texto final do Plano Municipal de Cultura antes de sua apresentação durante a conferência que acontecerá nos dias 21 e 22 de setembro.

De acordo com a presidente do CMPC, Marina Pinto, o Plano Municipal de Cultura é uma importante ferramenta de participação social. “Cultura não é gasto, é investimento.O acesso à cultura é garantido pela Constituição Federal, bem como o Plano de Cultura, pois é por meio dele que garantimos políticas públicas efetivas”, enfatiza Marina.

Comprometido com a construção do Plano Municipal de Cultura, o CMPC vem sistematizando, ao longo de todo o processo de construção do documento, as demandas de todas as Conferências de Cultura realizadas em Guarulhos, acolhendo as sugestões e discussões vindas dos fóruns setoriais, importante ferramenta de participação da sociedade.

O plano está sendo elaborado em quatro eixos: I – Política cultural, gestão e capacitação; II – Infraestrutura cultural: ampliação, integração e desenvolvimento; III – Estímulo à produção cultural local e à valorização da diversidade cultural; IV – Patrimônio material e imaterial, cultura como conceito antropológico.

De acordo com a Comissão do Plano Municipal de Cultura, sua estruturação foi pensada a partir de diretrizes que norteiam todas as demandas, objetivos e ações. Ao todo, sãodez diretrizes norteadoras dos eixos, um trabalho elaborado a partir das demandas das cinco Conferências de Cultura e de todos os fóruns que Guarulhos já promoveu. Sua essência, ainda segundo a comissão, está ancorada nas necessidades apontadas pela sociedade civil no decorrer dos últimos anos.

Durante o fórum acontecerá também a eleição para conselheiro suplente para cadeira de música.

Plano Municipal de Cultura

Documento para nortear a política cultural de Guarulhos pelos próximos dez anos, o Plano Municipal de Cultura vem sendo construído por meio de parceria entre sociedade civil e poder público a partir das demandas e diálogos que ocorreram nas cinco Conferências Municipais de Cultura e vêm ocorrendo nos Fóruns de Cultura.

Em posse desse documento, a sociedade civil, a iniciativa privada e o poder público unirão esforços para aprimorar a gestão cultural, adequar a infraestrutura cultural, promover a produção e a fruição cultural em sua diversidade, além de proteger e valorizar a memória e o patrimônio cultural da cidade, entre outros direitos na área.

Conselho Municipal de Política Cultural

O Conselho Municipal de Política Cultural é o órgão de caráter consultivo, deliberativo e normativo que, no âmbito da Secretaria de Cultura, institucionaliza a relação entre a administração pública e os setores da sociedade civil vinculados à cultura, de caráter permanente, na estrutura do Sistema Municipal de Cultura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here