CEI dos Devedores aponta a securitização como alternativa para cobrança de dívidas

Antônio Boaventura

[email protected]

A Câmara Municipal iniciou nesta quinta-feira (22) os trabalhos da Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investiga os motivos do acúmulo de débitos no pagamento de impostos como o IPTU e ISS de 100 contribuintes, que juntos geram um montante superior a R$ 2 bilhões. Neste primeiro encontro, o processo de securitização da dívida foi sugerido como uma alternativa de reaver parte da dívida, que seria comprada por alguma instituição financeira.

“Desde que seja bem estudado e amplamente debatido, além de encontrar um caminho favorável ao Poder Público, eu concordo”, declarou o presidente da CEI, vereador João Dárcio (Podemos).

Contudo, provido de cautela, Dárcio entende que antes de concluir que a securitização possa ser a melhor alternativa para recuperar de forma parcial ou total o valor devido por 100 maiores devedores, é necessário compreender de que maneira o governo municipal trata a situação.

“O poder de investigação com a comissão passa a ser ampliado e nós precisamos entender todo esse mecanismo que existe na prefeitura quanto ao controle de débitos e pagamentos. Por isso que foi aprovado pelo plenário da comissão o fornecimento desses dados”, explicou.

Ele ainda ressalta que a função da comissão é a de procurar compreender os motivos pelo qual estes ainda continuam com suas dívidas ativa. De acordo com ele, a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) deve aos cofres guarulhense a quantia de quase R$ 500 milhões.

Foto: Ivanildo Porto