Antônio Boaventura

antonio.boaventura@guarulhoshoje.com.br

Alegando problemas financeiros, a gestão do governador João Dória (PSDB) informou que não há condições de implantar uma unidade da AME MAIS na cidade de Guarulhos. “Não se trata de um problema de ordem política, mas financeira. É impensável a criação de novos equipamentos neste ano”, justificou a assessora parlamentar da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, Ana Carletto.

Em julho do ano passado, o então governador Márcio França (PSB) autorizou a instalação de um AME Mais na cidade, que contaria com centro cirúrgico e hospital dia para pequenas e médias cirurgias. A unidade no bairro do Macedo, no antigo prédio da Secretaria de Educação. Aliás, esta foi uma das reivindicações da Comissão de Higiene e Saúde junto ao governo do estado.

Ainda de acordo com Ana, a projeção orçamentária para o ano de 2019 não se concretizou, o que impossibilitou a implantação de novas unidades do Ambulatório Médico de Especialidades (AME).

O assistente técnico da Coordenadoria de Regiões de Saúde, Nelson Yatsuda, explicou que a secretaria está desenvolvendo estudos para verificar a necessidade assistencial em todo o Estado, no entanto, trata-se de um processo longo e sem data para conclusão.

Em contrapartida, o líder do governo Guti na Câmara Municipal de Guarulhos e presidente da Comissão de Saúde do Legislativo, vereador Eduardo Carneiro (PSB), sugeriu ao Executivo estadual que leve em consideração a dimensão de Guarulhos, que tem mais de 1,3 milhão de habitantes e a prestação de serviço na área para moradores dos municípios do entorno da cidade.

Foto: Ivanildo Porto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here