Prefeitura desmente possível projeto de privatização dos cemitérios públicos

Cemiterio Guarulhos
Foto: Ivanildo Porto

Reportagem: Ulisses Carvalho
[email protected]

A prefeitura desmentiu ao HOJE sobre qualquer possibilidade de privatização dos cemitérios públicos da cidade, alegando por meio de nota, de que não existe projeto desse sentido em discussão na administração municipal. A reportagem conversou com um coveiro, que preferiu não se identificar, alegando que chegou a ouvir comentários desse tipo, porém, quando questionou a secretaria, não houve resposta.

Pra nós seria uma grande surpresa, chegamos a perguntar para a secretaria e até ligamos para o sindicato, porém, não houve resposta”, destacou o coveiro. Atualmente o município conta com quatro cemitérios públicos, que são o São João Batista, São Judas Tadeu, Necrópole do Campo Santo (Vila de Rio de Janeiro) e Nossa Senhora de Bonsucesso.

O Departamento de Serviços Funerários conta com 276 servidores em funções operacionais, técnicas, atendimento e administrativa. Reiteramos que não existe projeto nesse sentido em discussão na Prefeitura”, destacou em nota a administração municipal.

O funcionário informou a reportagem que outro problema recorrente é a falta de material de limpeza para os funcionários nos cemitérios. “Falta papel higiênico no Vila Rio de Janeiro, além de sabão em pó, detergente  e cândida. Os produtos de limpeza só aparecem na maioria dos cemitérios quando realizamos denúncias a mídia”, destacou.

O governo informou que não existe falta de material de limpeza nos cemitérios da cidade. No mês de agosto deste ano, a reportagem já havia recebido denúncias da falta de material nos cemitérios, e na ocasião, a administração municipal também informou que não existia falta destes materiais.