Por conta do alto volume de chuva, 30 bairros da cidade entram em situação de emergência

Em função do alto volume de chuva registrado nos dias 9 e 10 de fevereiro, a Prefeitura de Guarulhos, por meio de decreto, colocou 30 bairros, de regiões diversas, em situação de emergência. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) Guarulhos recebeu 365 milímetros nos 10 primeiros dias do mês de fevereiro. Ou seja, choveu 166% do esperado para todo este período.

Nestes dias, a Defesa Civil atendeu 101 ocorrências decorrentes de precipitações e tempestades. Dentre elas estão 48 movimentações de solo, 16 patologias de construções, 16 alagamentos, 6 quedas de árvores, 5 patologias de infraestrutura urbana, 3 inundações e 1 de distribuição elétrica (torre), além do registro de uma morte. A morte ocorreu por conta de um deslizamento de talude em área não foi revelada, classificada pela administração pública como invadida. São os bairros em situação de emergência: Malvinas, Parque Mikail, Parque Primavera, Vila União, Vila São Rafael, Parque Continental, Sitio São Francisco, Novo Recreio, Recreio São Jorge, Jardim Presidente Dutra, Taboão, Jardim Santo Afonso, Vila Aeroporto, Cabuçu, Vila Rio de Janeiro, Jardim Monte Alto, Vila das Palmeiras, Jardim Doralice, Jardim Cerconi, Cocaia, Centro, Lavras, Cumbica, Jardim Campestre, Jardim Fortaleza, Jardim Hanna, Jardim Adriana, Jardim Barbosa, Vila Augusta e Veigas.