Empresa de produtos médico-hospitalar encomenda 1 milhão de testes rápidos para Covid-19

A partir da autorização conferida pela Resolução 777 da Anvisa, publicada nesta quinta-feira, 19 de março, no Diário Oficial da União, a MedTeste irá disponibilizar, no início de abril, o primeiro lote de 200 mil testes rápidos para o diagnóstico do novo coronavírus. Novos lotes serão oferecidos semanalmente.


O MedTeste Coronavírus liberado pela Anvisa, feito a partir de análise sanguínea, apresenta o resultado em 10 minutos, segundo a Medlevensohn, empresa distribuidora de produtos e equipamentos médico-hospitalares. O exame, com tecnologia certificada pela União Europeia, é fabricado pela farmacêutica chinesa Biotest e já está sendo utilizado em 12 países, dentre os quais Alemanha, França, Itália, Polônia e Reino Unido.


O exame apresenta confiabilidade de 99,3%, ou seja, de cada 100 casos testados, 99,3 terão um resultado correto. “Nosso teste rápido para o novo coronavírus é realizado de maneira muito simples. Colhemos uma gota de sangue, via pequena perfuração na ponta do dedo, aplicada depois em uma tira. A visualização do resultado é clara, revelando se o diagnóstico é negativo ou positivo”, explica Anna Luiza Szuster Seara, diretora de Relações Internacionais da Medlevensohn.


Diferentemente do teste laboratorial, a tecnologia instantânea pode ser operacionalizada por qualquer profissional de saúde e utilizada em unidades básicas de atendimento, pois não requer grande estrutura laboratorial e tampouco colaboradores com alto grau técnico. Por isso, constitui-se numa ferramenta significativa para o combate à pandemia. A adoção de uma metodologia para diagnóstico instantâneo da Covid-19 é muito importante para o enfrentamento das próximas fases do surto da doença, conforme avaliação e recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) a todas as nações, salienta Anna Luiza.


O CEO da MedLevensohn José Marcos Szuster, enfatiza que a empresa sai na frente, oferecendo uma solução capaz de colaborar para o combate à pandemia. “Temos certeza de que nossas ações serão de significativa relevância para o Poder Público, setor privado e a sociedade como um todo”.


A empresa, a partir do apoio dos seus parceiros internacionais, será a pioneira em disponibilizar a solução no Brasil. O primeiro lote de 200 mil testes rápidos chegará ao País na primeira semana de abril. Mais unidades serão entregues semanalmente, até o número de 1 milhão de testes já contratados da Biotest. “Na sequência, teremos novos lotes chegando semanalmente”, informa José Marcos, ressaltando: “Sentimo-nos muito emocionados em colaborar com a sociedade, praticando uma justa política comercial, sem oportunismos, o que reforça nossa posição dentre as empresas de saúde”, encerrou.