Número de casos confirmados em Guarulhos pode ser ainda maior, segundo o médico José Mario

Oficialmente, o número de casos confirmados infectados com coronavírus em Guarulhos é de 4 pessoas, segundo o último boletim oficial divulgado nesta sexta-feira pela Secretaria Municipal de Saúde. No entanto, o titular na pasta, o médico José Mario Clemente, durante live com o prefeito Guti, na noite de sexta (20), afirmou que número pode sim ser maior. “Acredito que tenhamos mais casos já confirmados. Mas devido ao grande número de exames encaminhados ao Instituto Adolfo Lutz, do Governo do Estado, e à demora na divulgação dos resultados, pode sim haver mais gente já infectada na cidade”.  

Novos dados divulgados pela Secretaria de Saúde de Guarulhos nesta sexta-feira (20) mostram que o número de casos suspeitos do novo coronavírus subiu de 249 para 319 e o de descartados de 31 para 32. Há quatro casos confirmados, mesmo número de quinta-feira (19). 

O secretário lembra que a chegada do outono, na madrugada deste dia 20, que trouxe a queda de temperaturas, faz com que aumentem os casos de doenças respiratórias, como gripes comuns e resfriados. “Com a pandemia do coronavírus, é natural que as pessoas se assustem e muitos até confundam os sintomas”, explicou. Ele negou veementemente que um médico que presta serviços em Guarulhos e que está internado em São Paulo tenha falecido, conforme foi divulgado – de forma irresponsável – nas redes sociais. “Pior que a pandemia do coronavírus é a epidemia de fake news. Insistimos para que as pessoas não acreditem em qualquer coisa. A internet está infectada pela informação falsa”.  

A diferença entre os números divulgados pelas secretarias municipal e estadual de Saúde se deve à demora para o processamento de informações, assim como divergência em relação ao local onde a pessoa foi registrada.

Um dos primeiros casos de Guarulhos, por exemplo, que foram divulgados foi de uma profissional da saúde que trabalha em São Paulo, mas reside na cidade. Ela acabou confinada em sua residência no município e por isso foi contabilizada pela Secretaria Municipal de Saúde.