OAB Guarulhos é contra abertura do comércio e não assina ofício de entidades

OAB Guarulhos é contra abertura do comércio e não assina ofício de entidades
PRESIDENTE OAB GUARULHOS.

Diferente do que foi noticiado na tarde desta quarta-feira (25), a 57ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil em Guarulhos (OAB Guarulhos) não assinou o ofício protocolado pela Associação Comercial e Empresarial de Guarulhos e entidades parceiras junto à prefeitura solicitando, de imediato, a abertura do comércio.

O HOJE tentou, por várias vezes, falar com o presidente da OAB Guarulhos, Eduardo Ferrari Geraldes, a respeito do assunto, mas ele não atendeu às ligações. No início da noite, a entidade divulgou nota a respeito do episódio.

Veja na íntegra:

“A 57ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB Guarulhos, vem a público esclarecer que em nenhum momento tomou ciência do conteúdo do ofício onde algumas entidades de Guarulhos estariam enviando pedido de abertura do comércio junto à Prefeitura de Guarulhos, como foi noticiado pela imprensa, sendo certo que a nota saiu à revelia desta valorosa instituição.

Destacamos que a OAB GUARULHOS se baseia na Constituição Federal, e está a observar rigorosamente as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), do Governo do Estado de São Paulo e da Prefeitura de Guarulhos, além de estar seguindo as orientações das autoridades sanitárias, de saúde, infectologistas e virologistas, sendo certo que entende ser mais adequado e prudente, neste momento agudo da crise, a preservação da vida.

A manutenção da quarentena é necessária.

Fiquem em casa.

A crise é mundial, e, em outros países, com realidades distintas das nossas, estão enfrentando sérios problemas, que podem ser evitados pela medida extrema decretada (quarentena).

Recomendamos que a imprensa confira a informação antes de dar divulgação em nome da OAB GUARULHOS”.