Quase 3 mil pessoas votam na enquete do HOJE e 71% defendem ministro da Saúde

Em 24 horas, quase 3 mil internautas votaram na enquete do HOJE no Facebook (@GuarulhosHoje) opinando pela permanência ou não do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta no cargo após ele ter tido vários “entraves” com o presidente Jair Bolsonaro.

Na resultado da enquete, que se encerrou às 19h30 desta quinta-feira, 71% defendem a permanência de Mandetta no cargo; 29% são contrários.

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), e o deputado federal Osmar Terra (MDB-RS) discutiram, na manhã de quinta-feira, 9, a saída do ministro da Saúde. Em conversa divulgada pela CNN Brasil, Onyx diz que não fala com Mandetta há dois meses e que, se estivesse na cadeira do presidente Jair Bolsonaro, teria “cortado a cabeça” dele após a reunião no Palácio do Planalto na segunda, 6.

A conversa indica que, apesar dos esforços da ala militar para estabelecer uma trégua entre Bolsonaro e Mandetta, a fritura do ministro da Saúde segue em alta nos bastidores por seus pares e auxiliares do presidente alinhados à ala ideológica.

De acordo com o trecho da conversa divulgado pela CNN, Onyx elogia Terra por fazer um contraponto a Mandetta. “Ele (Mandetta) não tem compromisso com nada que o Bolsonaro está fazendo”, diz o ministro da Cidadania. O deputado responde dizendo que Mandetta “se acha.”

No final da tarde desta quinta, havia a previsão de Mandetta participar da entrevista coletiva no Planalto sobre os dados da pandemia do coronavírus no País, como vem sendo feito nos últimos dias. Logo após a divulgação da conversa, a participação do ministro foi cancelada.