Ministério Público pede informações à prefeitura sobre plano de flexibilização em Guarulhos

Foto: Ivanildo Porto

A Prefeitura de Guarulhos recebeu do Ministério Público do Estado de São Paulo (MPE) pedido de informações sobre o plano de flexibilização que a administração municipal pretende implantar a partir do próximo dia 6. As informações serão encaminhadas à Promotoria no final da tarde da próxima segunda-feira (4).

Por conta do pedido feito pelo MPE, o prefeito Guti decidiu não detalhar o plano de flexibilização em sua live nesta sexta-feira (1º).

“No final da tarde desta quinta-feira (30), o Ministério Público nos encaminhou pedido de informações no prazo de 24 horas sobre os números relacionados à pandemia do coronavírus na cidade, como mortes, pessoas contaminadas, casos sob investigação, taxa de ocupação em nossos leitos, entre outras informações. Por conta do feriado, vamos responder aos questionamentos na segunda, por isso, antes de qualquer informação à população, vamos prestar esses esclarecimentos ao Ministério Público”, explicou Guti.

Durante a transmissão, o prefeito lembrou que, também, na segunda-feira, terão início as videoaulas para os alunos da rede municipal de ensino, já que não há previsão para o início das aulas presenciais.

As videoaulas serão realizadas de segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 10h30, pelo portal da Educação e pela TV Câmara (canal 7 Net e 4 Vivo), e também pelo canal 58 da TV aberta. “Pelo menos até 29 de maio, não teremos aulas nas escolas públicas da prefeitura. As crianças, apesar de terem resistência maior, elas são vetores do coronavírus. Mas, vamos iniciar as videoaulas para as nossas crianças com o projeto Saberes em Casa”, disse Guti.