Cabo PM e policial civil são presos em campana no estacionamento do HGG

Foto: Divulgação

Uma ação de policiais civis da Delegacia do Aeroporto Internacional de São Paulo-Guarulhos, em Cumbica, levou à prisão o cabo PM João Paulo, lotado no 19º Batalhão, e o agente da Dise-Guarulhos (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes), identificado como Marcelino, na noite de sábado (6). Segundo informações, os dois teriam envolvimento com o tráfico.

As prisões ocorreram no estacionamento do Hospital Geral de Guarulhos (HGG), no Parque Cecap. Um terceiro suspeito, identificado como Augusto Soares, também foi preso, enquanto outros dois homens conseguiram fugir.

Segundo foi apurado, os policiais da Delegacia do Aeroporto foram informados pela Polícia Federal de que haveria a movimentação de supostos traficantes no estacionamento do HGG e, lá, armaram uma campana no local.

Em determinado momento, os policiais observaram a chegada de um veículo Onix. Minutos depois, seus ocupantes foram flagrados transferindo malas de viagens para uma Kombi com logotipo do Gru Airport, concessionária responsável pela administração do aeroporto. Neste momento foi feita a abordagem.

Foram apreendidos vários tabletes e a quantia de R$ 70 mil. Os presos foram levados para a Delegacia do Aeroporto, tendo sido acionadas as Corregedorias das polícias Civil e Militar. Até este domingo (7), os homens que conseguiram fugir do certo não haviam sido localizados.