Guarulhos atinge 100% de ocupação nos leitos de covid-19

Rosana Ibanez

Guarulhos atingiu neste domingo (14) 100% de ocupação nos leitos destinados ao tratamento do coronavírus (covid-19). A informação foi dada pelo prefeito Guti durante live nas redes sociais.

“Estamos numa perspectiva de dias piores pela frente. Precisamos do distanciamento social e a população precisa fazer a sua parte para reduzirmos os números de casos e, consequentemente, de internações em UTI”, afirmou Guti.

Contudo, o distanciamento social vem sendo desrespeitado. Neste final de semana, a Guarda Civil Municipal (GCM) registrou 78 autuações, sendo 55 bares, 10 adegas e outras em festas clandestinas. “Estamos falando de locais que promoveram festas em momento inadequado. Não dá para aglomerar de forma nenhuma”, destacou o prefeito.

A situação se torna mais ainda alarmante quando se observa outros municípios do Alto Tietê. Mogi das Cruzes, Arujá, Poá e Ferraz de Vasconcelos também já entraram em colapso e não possuem leitos para o atendimento da população. “Essas unidades atingindo 100% acabaram enviando pacientes para Guarulhos porque o Sistema Único de Saúde (SUS) assim o permite, então nós também entramos em colapso”, disse Guti.

O prefeito explicou que no ano passado, início da pandemia de coronavírus, Guarulhos possuía 73 leitos de UTI. Atualmente o número chega a 177. Se somarmos os leitos da rede particular, que são 96, chega-se a marca de 273 leitos e todos estão ocupados. “Não achamos mais nenhum lugar nas cidades próximas e até mais distantes que tenham leitos para nos ofertar. Hospitais como Albert Einstein e Sírio-Libanês já chegaram a nos contatar em busca de leitos e profissionais também. O sistema particular já colapsou”, destacou.

Diversas alternativas vêm sendo estudadas pela prefeitura, como a implantação de um novo hospital de campanha. Porém, a medida esbarra na falta de profissionais. “Não é qualquer médico e enfermeiro que pode trabalhar neste momento. Hoje não se acham profissionais”, explicou o prefeito.

A expectativa é que 10 novos leitos de UTI sejam disponibilizados no Complexo Hospitalar Padre Bento. A ampliação foi pleiteada junto ao Governo do Estado pelo deputado estadual Jorge Wilson Xerife do Consumidor.

O Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) também deve ampliar a oferta de leitos com 60 novas vagas nos hospitais de Mogi das Cruzes e Suzano. Eles poderão ser disponibilizados para os guarulhenses, porém, para Guti isso não será suficiente.

A melhor opção seria a vacinação em massa da população, no entanto, segundo Guti apenas 2% dos guarulhenses foram vacinados até o momento. Além disso, a cidade continua recebendo uma quantidade menor de imunizantes em relação a outros municípios com porte menor.

Segundo o site Vacivida, Campinas, que é a terceira maior cidade do estado, com 1,2 milhão de habitantes, recebeu 156.230 doses de vacina imunizando 12% da população. Guarulhos com quase 1,4 milhão recebeu a metade – 88.800 doses do imunizante.

O prefeito reconheceu os problemas enfrentados nesta semana na central telefônica para agendamento de vacinação. Segundo ele, muitas pessoas ligavam para tirar dúvidas e isso acabou sobrecarregando as linhas. “Nossa equipe mais que triplicou o sistema e a partir desta segunda-feira vamos conseguir atender a todos”, explicou.

Guti informou que a partir desta terça-feira (16) a prefeitura disponibilizará um site onde todos os guarulhenses poderão se cadastrar. “A partir desse momento quando começar a chegar perto da sua idade de vacinação, vamos te ligar informando data, local e horário para que você vá até a UBS e seja vacinado”, disse.

Visivelmente emocionado, o prefeito fez um apelo para que a população entenda a gravidade da situação e faça a sua parte no combate ao coronavírus.

“Extremamente importante que todos compreendam o nível desta batalha. Estamos no nosso pior momento. Enquanto não tivermos a vacina, a melhor ferramenta é cumprir todos os protocolos como o uso da máscara, álcool em gel, garantir o distanciamento e evitar sair desnecessariamente. Tenha empatia com a vida do próximo. Não dá para fazer festa. Se proteja. Proteja a sua família. Vamos trabalhar duro, mas precisamos da ajuda de todos vocês”, disse.

Até a sexta-feira (12) Guarulhos contabilizava 48.477 casos confirmados da doença, sendo 2.177 óbitos confirmados.