Receita Federal retém 208 mil dólares escondidos em bagagem de passageiro em Guarulhos

Na noite da última terça-feira (10), a Receita Federal reteve US$ 208 mil não declarados que estavam na bagagem de um passageiro vindo de Doha, capital do Catar. 

Ao passar pelo canal “nada a declarar” no aeroporto de Guarulhos, o passageiro foi selecionado para vistoria. Durante a inspeção, a equipe da Alfândega da Receita Federal encontrou as cédulas ocultas em livros, chuteiras, tênis e dentro de uma pasta entre folhas de sulfite. O objetivo da ocultação era dificultar o trabalho da inspeção por raio x. 

O passageiro foi encaminhado à Polícia Federal do aeroporto.  

A Receita Federal esclarece que o viajante que ingressar no país ou dele sair com recursos em espécie, em moeda nacional ou estrangeira em montante superior a R$ 10 mil ou equivalente em outra moeda, deve declarar previamente o porte de valores.  

Aplica-se a pena de perdimento ao excedente não declarado, conforme as disposições do Decreto nº 6759, de 5 de fevereiro de 2009 (Regulamento Aduaneiro).