Programa Acessuas Trabalho gera oportunidades para a o mercado formal

Com o índice recorde de desemprego que vitima brasileiros de quase todas as idades há anos, ainda mais agravado com a pandemia, conseguir uma vaga no mercado de trabalho, e com carteira assinada, tem requerido um esforço cada vez maior. Atualmente, de acordo com dados de julho divulgados pelo IBGE, 14,8 milhões de pessoas buscam um emprego no país, o que corresponde a uma taxa de 14,6% da população se forem considerados aqueles que efetivamente procuram trabalho – nesta conta não entram os 5,7 milhões de desalentados, os que desistiram de ir atrás de uma oportunidade.

Em Guarulhos, o Acessuas Trabalho – Programa Nacional de Acesso ao Mundo do Trabalho –, ligado à Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social, encaminha pessoas de 14 a 59 anos a vagas de emprego e de jovem aprendiz. Luciana de Sousa Silva Pereira, 39, é uma delas. Há seis meses ela trabalha, com carteira assinada, na Regional Cumbica da pasta de Serviços Públicos.

Casada e mãe de quatro filhos, Luciana conheceu o Acessuas por meio do Centro de Referência da Assistência Social (Cras) Cumbica, bairro em que reside, no qual fez um curso para poder ser encaminhada à vaga. Ela elogia as aulas. “Para mim foram ótimas e me ajudaram a conseguir o emprego. Já estava há cinco anos sem trabalho e a situação era muito difícil em casa. Pretendo fazer outros cursos no Cras”. Luciana trabalha na limpeza das ruas.

Desde que o Acessuas Trabalho foi retomado, em 2018, 352 pessoas foram encaminhadas a processos seletivos de empresas, com 257 efetivações, sendo que o pico ocorreu em 2020, ano de início da pandemia, com 200 encaminhamentos e 165 efetivações. Neste ano, até julho, já houve 90 encaminhamentos e 73 efetivações.

Cursos

Conforme citado por Luciana, além dos encaminhamentos a vagas de emprego, por meio do Acessuas é possível fazer cursos ligados à área trabalhista e ainda receber por isso. Jemima da Silva Bié, por exemplo, faz desde o começo de agosto um curso de assistente administrativo online pela empresa Quality. “Há muito tempo procurava emprego, mas não encontrava. Com a pandemia, o que já era difícil ficou ainda mais, principalmente para nós mulheres”, diz a jovem de 18 anos, que pretende seguir carreira na área administrativa e já tem seu primeiro registro na carteira de trabalho na própria Quality. “A iniciativa da Prefeitura (por meio dos Cras) é ótima para nós, jovens de baixa renda, que procuramos o primeiro emprego”. Jemima tem 11 irmãos, sendo que cinco deles moram na mesma casa no Jardim Presidente Dutra.

Para ter direito aos benefícios do Acessuas Trabalho é necessário se inscrever em um dos 12 Centros de Referência da Assistência Social (Cras) de Guarulhos, cujos endereços e telefones estão no link https://www.guarulhos.sp.gov.br/centro-de-referencia-da-assistencia-social-cras. Mais informações sobre o Acessuas Trabalho podem ser obtidas pelo telefone (11) 2487-4257.

O Acessuas faz parte da Política Nacional de Assistência Social e dá prioridade aos usuários de serviços, projetos e programas de transferência de renda como Bolsa Família, Renda Cidadã e Ação Jovem, ou ainda os inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) com perfil família de baixa renda.