Vereadores esvaziam sessão e votação do PDV do funcionalismo fica para próxima quarta

Foto: Maria Menezes

Após mais de três horas de sessão, que voltou a acontecer presencialmente nesta quarta-feira (09), os itens programados para serem discutidos durante a pauta de hoje não foram votados por falta de quórum.

O item 1º, que autoriza o poder Executivo Municipal a instituir o Programa de Desligamento Voluntário (PDV) aos ocupantes de cargos e empregos públicos da Administração Pública direta e indireta da cidade, de autoria da Prefeitura, chegou a ser discutido, mas não votado devido a ausência dos parlamentares que esvaziaram a sessão.

A proposta chegou a ser discutida. “Quando sai um funcionário público, tem que entrar outro e isso não está aqui. Eu, a bancada do PT, Edmilson e Leandro estamos propondo algumas emendas para ajudar o projeto e para que ele seja satisfatório não só para o governo. Nós não somos contra o PDV, estamos defendendo o funcionalismo e os trabalhadores”, disse o vereador Mauricio Brinquinho (PT).

Apesar da discussão de alguns parlamentares sobre o assunto, a votação foi adiada para a próxima sessão, assim como os demais itens da pauta.

- PUBLICIDADE -